CUMPRIR OS MANDAMENTOS – Em qualquer sociedade são necessárias normas de comportamento que regulem as relações entre as pessoas. Ao longo dos tempos foram-se redefinindo as linhas fundamentais das leis que orientam a vida em comum. Os primitivos seguiam a Lei de Taleão, de “olho por olho, dente por dente”; mais tarde o Povo de Israel definiu como comportamento amar os amigos e odiar os inimigos; entretanto, Moisés, no Monte Sinai, recebe as Tábuas da Lei com 10 Mandamentos, estes reduziam-se a dois “Amar a Deus e amar o próximo”; Jesus Cristo irá muito mais longe, dizendo que o Mandamento novo está em amarmo-nos uns aos outros como Ele nos amou. A liturgia de hoje centra-se exactamente na importância das relações humanas, com normas precisas de comportamento.

Já o Livro do Êxodo referia expressamente a atenção privilegiada a ter com os órfãos e as viúvas. Estes eram ao tempo, os mais abandonados da sociedade. O Livro do Êxodo vai, porém, mais longe dizendo que a grande regra do comportamento humano está na atenção aos mais pobres. No concreto diz-se mesmo: se emprestares dinheiro ao pobre que vive junto de ti, não sejas usurário e se lhe pedires emprestada a capa restitui-lha antes do por-do-sol (cf Ex 22, 24-25). Os comportamentos humanos revelam-se nas atitudes que se têm com os mais pobres e os que mais sofrem.

O Evangelho é paradigmático quando o doutor da Lei pergunta a Jesus qual o primeiro mandamento. Jesus sabe que lhe fazem esta pergunta para o experimentar. Responde então, com a clareza das escrituras, dizendo que o primeiro mandamento é o mandamento do amor a Deus, mas logo acrescenta que o segundo mandamento é semelhante ao primeiro, amar o próximo. É curioso referir que em aramaico a palavra que significa semelhante é a mesma que se usa para exprimir igual. De facto, no dizer de Cristo o segundo mandamento é igual ao primeiro: amar.

Os Apóstolos tentam viver o mandamento do amor e é por isso que Paulo pede aos cristãos de Tessalónica que sejam seus imitadores como ele o é de Jesus Cristo. O mistério de Jesus centra-se no amor que o levou a dar a vida por todos os homens. O amor para os cristãos, continua a ser o dar a vida pelos outros. É esta a norma que regula uma sociedade dominada pelos valores do Evangelho. Infelizmente, na sociedade contemporânea, perderam-se estas referências e o resultado são as tensões, os ódios, as violências, as guerras. Os cristãos têm como única Lei, o amor, amar os outros, amar a todos, amar sempre.

Monsenhor Feytor Pinto

LITURGIA DA PALAVRA:

«MESTRE, QUAL É O MAIOR MANDAMENTO DA LEI? JESUS RESPONDEU:

AMARÁS O SENHOR TEU DEUS COM TODO O TEU CORAÇÃO (…).

O SEGUNDO, PORÉM, É SEMELHANTE A ESTE: 

AMARÁS O TEU PRÓXIMO COMO A TI MESMO.»

                                                                                                                                        (Mt 22, 36.39)

I LEITURA – Ex 22, 20-26

“Não prejudicarás o estrangeiro, nem o oprimirás (…).  Não maltratarás a viúva nem o órfão.”

Leitura do Livro do Êxodo
Eis o que diz o Senhor: «Não prejudicarás o estrangeiro, nem o oprimirás, porque vós próprios fostes estrangeiros na terra do Egipto. Não maltratarás a viúva nem o órfão. Se lhes fizeres algum mal e eles clamarem por Mim, escutarei o seu clamor; inflamar-se-á a minha indignação e matar-vos-ei ao fio da espada. As vossas mulheres ficarão viúvas, e órfãos os vossos filhos. Se emprestares dinheiro a alguém do meu povo, ao pobre que vive junto de ti, não procederás com ele como um usurário, sobrecarregando-o com juros. Se receberes como penhor a capa do teu próximo, terás de lha devolver até ao pôr do sol, pois é tudo o que ele tem para se cobrir, é o vestuário com que cobre o seu corpo. Com que dormiria ele? Se ele Me invocar, escutá-lo-ei, porque sou misericordioso».
Palavra do Senhor.

SALMO -17 (18), 2-3.7.47.51ab (R. 2)

Refrão: Eu Vos amo, Senhor: sois a minha força. Repete-se.

Eu Vos amo, Senhor, minha força,
minha fortaleza, meu refúgio e meu libertador.
Meu Deus, auxílio em que ponho a minha confiança,
meu protector, minha defesa e meu salvador. Refrão

Na minha aflição invoquei o Senhor
e clamei pelo meu Deus.
Do seu templo Ele ouviu a minha voz
e o meu clamor chegou aos seus ouvidos. Refrão

Viva o Senhor, bendito seja o meu protector;
exaltado seja Deus, meu salvador.
O Senhor dá ao Rei grandes vitórias
e usa de bondade para com o seu Ungido. Refrão

II LEITURA – 1 Tes 1, 5c-10

“Tornastes-vos imitadores nossos e do Senhor, recebendo a palavra no meio de muitas tribulações, com a alegria do Espírito Santo”

Leitura da Primeira Epístola do apóstolo São Paulo aos Tessalonicenses
Irmãos: Vós sabeis como procedemos no meio de vós, para vosso bem. Tornastes-vos imitadores nossos e do Senhor, recebendo a palavra no meio de muitas tribulações, com a alegria do Espírito Santo; e assim vos tornastes exemplo para todos os crentes da Macedónia e da Acaia. Porque, partindo de vós, a palavra de Deus ressoou não só na Macedónia e na Acaia, mas em toda a parte se divulgou a vossa fé em Deus, de modo que não precisamos de falar sobre ela. De facto, são eles próprios que relatam o acolhimento que tivemos junto de vós e como dos ídolos vos convertestes a Deus, para servir ao Deus vivo e verdadeiro e esperar dos Céus o seu Filho, a quem ressuscitou dos mortos: Jesus, que nos livrará da ira que há-de vir.
Palavra do Senhor.

ALELUIA – Jo 14, 23

Refrão: Aleluia. Repete-se

Se alguém Me ama, guardará a minha palavra, diz o Senhor;
meu Pai o amará e faremos nele a nossa morada. Refrão

EVANGELHO – Mt 22, 34-40

O mandamento do amor, a Deus e ao próximo.

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus
Naquele tempo, os fariseus, ouvindo dizer que Jesus tinha feito calar os saduceus, reuniram-se em grupo, e um doutor da Lei perguntou a Jesus, para O experimentar: «Mestre, qual é o maior mandamento da Lei?». Jesus respondeu: «‘Amarás o Senhor teu Deus com todo o teu coração, com toda a tua alma e com todo o teu espírito’. Este é o maior e o primeiro mandamento. O segundo, porém, é semelhante a este: ‘Amarás o teu próximo como a ti mesmo’. Nestes dois mandamentos se resumem toda a Lei e os Profetas».
Palavra da salvação.