A PENITÊNCIA, EM TEMPO DE QUARESMA ̵...

1. Sempre, na tradição da Igreja, se considerou a Quaresma, como tempo de penitência. Era tanto assim que os comportamentos sociais correspondiam à austeridade pedida aos cristãos, como forma de preparação para a Páscoa. Não havia festas, entre quarta-feira de cinzas e a noite pascal. Admitia-se, a meio deste tempo, alguma expressão de alegria. Era a “mi-carême”, normalmente a coincidir, com a liturgia do domingo “letare”, o domingo da alegria. Ninguém comia carne às sextas-feiras e nos mercados vendia-se peixe e nos restaurantes privilegiavam-se refeições de...

QUARESMA 2010-21 de Fevereiro 2010

1. Desde 4ª feira de cinzas que os cristãos entraram na Quaresma e vivem, se quiserem ser exigentes, a preparação para a Páscoa. É certo que, na cultura do homem contemporâneo, estes quarenta dias em nada são diferentes dos restantes dias do ano. É a mesma vida profissional, com as normais tensões e as sempre iguais dificuldades; é o mesmo ambiente familiar que não esconde rixas, brigas ou contendas; é a mesma atitude económica, sem se notar a preocupação pelos novos pobres ou pela muita pobreza envergonhada; são as mesmas tensões políticas, alimentadas nos noticiários e...

AS FÉRIAS DE CARNAVAL- 14 de Fevereiro 2...

1. O carnaval é um tempo de memórias. Desde os tempos mais antigos se chamavam, a estes dias, as férias de carnaval. As escolas fechavam, as crianças ficavam livres, os pais acompanhavam-nas nas mais diversas iniciativas, sempre para divertir os mais pequeninos e para os mais velhos estarem um pouco mais tempo com as crianças. Recordo as minhas fantasias, pelos meus quatro ou cinco anos. Ainda encontro velhas fotografias em que me vejo vestido de rato Mickey, com minha irmã a fazer de Minnie. Lembro um pouco mais tarde as fantasias da Columbina e do Arlequim que meus...

MENSAGEM DOMINICAL – AS FÉRIAS DE ...

AS FÉRIAS DE CARNAVAL 1.      O carnaval é um tempo de memórias. Desde os tempos mais antigos se chamavam, a estes dias, as férias de carnaval. As escolas fechavam, as crianças ficavam livres, os pais acompanhavam-nas nas mais diversas iniciativas, sempre para divertir os mais pequeninos e para os mais velhos estarem um pouco mais tempo com as crianças. Recordo as minhas fantasias, pelos meus quatro ou cinco anos. Ainda encontro velhas fotografias em que me vejo vestido de rato Mickey, com minha irmã a fazer de Minnie. Lembro um pouco mais tarde as fantasias da Columbina...

SER CRISTÃO EM TEMPO DE CRISE-7-02-2010

1. Foi ao longo do ano 2009 que, a nível mundial, se sentiram os efeitos da crise. A banca, com todo o seu poder económico, criou a instabilidade generalizada; grandes empresas de renome internacional ruíram como baralhos de cartas e a crise instalou-se na maioria dos países, porque a sua referência se perdeu. É certo que as crises desafiam a um crescimento maior, mas é certo também que a crise que o mundo está a viver se repercute em todas as estruturas da sociedade e todas as pessoas, desde as mais importantes até às mais simples, perguntam-se “para onde caminhamos”....