UM TEMPO NOVO, UM TEMPO DE RECOMEÇO – Hoje inicia-se um novo ano litúrgico, com o ciclo de Natal e o Tempo do Advento. A Igreja começa a preparar a celebração da vinda de Cristo ao mundo que em cada Natal se comemora. Pelo desafio da esperança, a comunidade cristã acredita que se pode renovar, para responder melhor aos apelos dos homens de hoje. É por isso que, neste I Domingo do Advento, a Palavra de Deus convida todos a uma vida verdadeiramente nova: «Germinará um rebento de justiça» (Jr 33,15); «erguei-vos e levantai a cabeça, porque a vossa libertação está próxima» (Lc 21,28); «deveis proceder para agradar a Deus, mas deveis progredir ainda mais» (I Ts 4,1). A conversão permanente faz parte da caminhada do Advento que é proposta aos cristãos. É a renovação da vida pessoal e a renovação das próprias comunidades.

  1. O REGRESSO DA BABILÓNIA – O texto de Jeremias justifica-se, porque os exilados na Babilónia estão a regressar a Jerusalém e encontram a cidade em ruinas. Correm o risco de cair na tentação do desânimo. O Senhor prometera-lhes o reencontro com a Cidade Santa, mas ela continuava destruída. A voz do profeta dá garantias de esperança: «Dias virão em que cumprirei as promessas que fiz a Israel», «um rebento de justiça exercerá o direito sobre a terra», a salvação está próxima e o nome que será dado à cidade é este: «O Senhor será a vossa justiça.» (Cf. Jr 33,14.16) Esta primeira leitura pretende introduzir no coração humano razões de esperança. As dificuldades serão vencidas e a comunidade reencontrará a justiça e a paz.
  2. O SENHOR VIRÁ – O Evangelho de Lucas, que constitui o essencial da catequese neste ano C do tempo litúrgico, começa por dizer que há sinais reveladores do tempo novo, apesar da angústia das nações e da preocupação das pessoas pelo que pode acontecer. Há uma certeza: «O Senhor virá com grande poder e glória.» (Lc 21,27) Perante isso, a única atitude a tomar é a de cada um erguer a cabeça e levantar-se, porque a libertação está próxima. Mais ainda, é preciso vigiar e orar em todo o tempo para poder comparecer diante do Filho do Homem (Cf. Lc 21,36). É a Humanidade toda que espera a salvação em Jesus Cristo, mas tem de estar preparada, tem de ser digna do Salvador que vai chegar.
  3. UMA PROPOSTA DA MAIOR ACTUALIDADE – Este tempo do Advento convida a uma vida nova marcada pelos valores do Evangelho. Daí esta oração de Paulo Apóstolo: «O Senhor vos faça abundar em caridade uns para com os outros e para com todos; o Senhor confirme os vossos corações numa santidade irrepreensível; deveis proceder em tudo para agradar a Deus, progredindo sempre mais.» Com esta oração está bem definido o processo de renovação da vida que o Advento propõe. Bom Advento para todos.

Monsenhor Vitor Feytor Pinto
+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

LITURGIA DA PALAVRA:

I LEITURA – Jer 33, 14-16 

Um dos textos do Antigo Testamento que anunciam o Messias e a Salvação

Leitura do Livro de Jeremias
Eis o que diz o Senhor: «Dias virão, em que cumprirei a promessa que fiz à casa de Israel e à casa de Judá: Naqueles dias, naquele tempo, farei germinar para David um rebento de justiça que exercerá o direito e a justiça na terra. Naqueles dias, o reino de Judá será salvo e Jerusalém viverá em segurança. Este é o nome que chamarão à cidade: ‘O Senhor é a nossa justiça’».
Palavra do Senhor.

SALMO RESPONSORIAL Salmo 24 (25), 4bc-5ab.8-9.10.14 (R.1b)

Refrão: Para Vós, Senhor, elevo a minha alma. Repete-se

Mostrai-me, Senhor, os vossos caminhos,
ensinai-me as vossas veredas.
Guiai-me na vossa verdade e ensinai-me,
porque Vós sois Deus, meu Salvador. Refrão

O Senhor é bom e recto,
ensina o caminho aos pecadores.
Orienta os humildes na justiça
e dá-lhes a conhecer os seus caminhos. Refrão

Os caminhos do Senhor são misericórdia e fidelidade
para os que guardam a sua aliança e os seus preceitos.
O Senhor trata com familiaridade os que O temem
e dá-lhes a conhecer a sua aliança. Refrão

II LEITURA – 1 Tes 3, 12 – 4, 2

Convite à caridade e à salvação.

Leitura da Primeira Epístola do apóstolo São Paulo  
aos Tessalonicenses

Irmãos: O Senhor vos faça crescer e abundar na caridade uns para com os outros e para com todos, tal como nós a temos tido para convosco. O Senhor confirme os vossos corações numa santidade irrepreensível, diante de Deus, nosso Pai, no dia da vinda de Jesus, nosso Senhor, com todos os santos. Finalmente, irmãos, eis o que vos pedimos e recomendamos no Senhor Jesus: recebestes de nós instruções sobre o modo como deveis proceder para agradar a Deus e assim estais procedendo; mas deveis progredir ainda mais. Conheceis bem as normas que vos demos da parte do Senhor Jesus.
Palavra do Senhor.

ALELUIA Salmo 84, 8

Refrão: Aleluia. Repete-se

Mostrai-nos, Senhor, a vossa misericórdia
e dai-nos a vossa salvação. Refrão

EVANGELHO Lc 21, 25-28.34-36

Ainda o tema do fim (quem começa deve saber para onde vai).

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas e, na terra, angústia entre as nações, aterradas com o rugido e a agitação do mar. Os homens morrerão de pavor, na expectativa do que vai suceder ao universo, pois as forças celestes serão abaladas. Então, hão-de ver o Filho do homem vir numa nuvem, com grande poder e glória. Quando estas coisas começarem a acontecer, erguei-vos e levantai a cabeça, porque a vossa libertação está próxima. Tende cuidado convosco, não suceda que os vossos corações se tornem pesados pela intemperança, a embriaguez e as preocupações da vida, e esse dia não vos surpreenda subitamente como uma armadilha, pois ele atingirá todos os que habitam a face da terra. Portanto, vigiai e orai em todo o tempo, para que possais livrar-vos de tudo o que vai acontecer e comparecer diante do Filho do homem».