CORRECÇÃO FRATERNA, UM ACTO DE AMOR – Quem continua a ler S. Mateus, sente que o evangelista ao indicar a posição dos que seguem Cristo, exclui o abandono daquele que parece não converter-se. Sente-se a comunidade inteira movida para, através da oração, ajudar todos a descobrirem Jesus. É uma certeza, que quando dois ou três se reúnem em nome do Senhor, Ele está no meio deles. Assim sendo, a oração é sempre eficaz, e aquele que erra facilmente se reconcilia com Deus e com a comunidade. Correção fraterna aparece então aliada à oração que, por vontade de um Deus que perdoa, é sempre eficaz.

Para seguir o caminho de Jesus, S. Paulo di-lo aos Romanos, basta pôr o amor em primeiro lugar. Todos os mandamentos se resumem a dois: Amar a Deus sobre todas as coisas e amar o próximo como a nós mesmos. A caridade é a síntese perfeita da lei de Deus.

Nos três textos da liturgia deste domingo, aparece sempre o diálogo entre “o justo e o ímpio”. Esta linguagem de Ezequiel continua de grande atualidade no tempo de hoje. O cristão que segue Jesus Cristo deve ser sentinela estando atento aos grandes valores necessários à construção do mundo. Como há, porém, muitos que não seguem estes valores, a ação do cristão é essencial. Se ele se mantiver indiferente ao que se passa à sua volta e não intervier com a proposta do amor (o amor que muda todas as coisas), ele próprio se torna culpado por não ter tido a iniciativa de ser apóstolo.

Monsenhor Vítor Feytor Pinto

************************************************************

LITURGIA DA PALAVRA:

«SE O TEU IRMÃO TE OFENDER,

VAI TER COM ELE E REPREENDE-O A SÓS».

                                                                                              (Mt 18, 15)

I LEITURA – Ez 33, 7-9

 «Se avisares o ímpio, para que se converta do seu caminho, e ele não se converter, morrerá nos seus pecados».

Leitura da Profecia de Ezequiel
Eis o que diz o Senhor: «Filho do homem, coloquei-te como sentinela na casa de Israel. Quando ouvires a palavra da minha boca, deves avisá-los da minha parte. Sempre que Eu disser ao ímpio: ‘Ímpio, hás-de morrer’, e tu não falares ao ímpio para o afastar do seu caminho, o ímpio morrerá por causa da sua iniquidade, mas Eu pedir-te-ei contas da sua morte. Se tu, porém, avisares o ímpio, para que se converta do seu caminho, e ele não se converter, morrerá nos seus pecados, mas tu salvarás a tua vida».
Palavra do Senhor.

SALMO – 94 (95), 1-2.6-7.8-9 (R. cf. 8)

Refrão: Se hoje ouvirdes a voz do Senhor,
não fecheis os vossos corações. Repete-se

Vinde, exultemos de alegria no Senhor,
aclamemos a Deus, nosso Salvador.
Vamos à sua presença e dêmos graças,
ao som de cânticos aclamemos o Senhor. Refrão

Vinde, prostremo-nos em terra,
adoremos o Senhor que nos criou.
Pois Ele é o nosso Deus
e nós o seu povo, as ovelhas do seu rebanho. Refrão

Quem dera ouvísseis hoje a sua voz:
«Não endureçais os vossos corações,
como em Meriba, no dia de Massa no deserto,
onde vossos pais Me tentaram e provocaram,
apesar de terem visto as minhas obras». Refrão

II LEITURA – Rom 13, 8-10

Toda a Lei de Deus, se resume nestas palavras: «Amarás ao próximo como a ti mesmo»

Leitura da Epístola do apóstolo São Paulo aos Romanos
Irmãos: Não devais a ninguém coisa alguma, a não ser o amor de uns para com os outros, pois, quem ama o próximo, cumpre a lei. De facto, os mandamentos que dizem: «Não cometerás adultério, não matarás, não furtarás, não cobiçarás», e todos os outros mandamentos, resumem-se nestas palavras: « «Amarás ao próximo como a ti mesmo». A caridade não faz mal ao próximo. A caridade é o pleno cumprimento da lei. Palavra do Senhor.

ALELUIA – 2 Cor 5, 19

Refrão: Aleluia. Repete-se

Em Cristo, Deus reconcilia o mundo consigo
e confiou-nos a palavra da reconciliação. Refrão

EVANGELHO –  Mt 18, 15-20
 
O texto do Evangelho põe em equação um dos aspectos mais difíceis da relação humana, a «critica»  ou a «correcção fraterna»
 

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Se o teu irmão te ofender, vai ter com ele e repreende-o a sós. Se te escutar, terás ganho o teu irmão. Se não te escutar, toma contigo mais uma ou duas pessoas, para que toda a questão fique resolvida pela palavra de duas ou três testemunhas. Mas se ele não lhes der ouvidos, comunica o caso à Igreja; e se também não der ouvidos à Igreja, considera-o como um pagão ou um publicano. Em verdade vos digo: Tudo o que ligardes na terra será ligado no Céu; e tudo o que desligardes na terra será desligado no Céu. Digo-vos ainda: Se dois de vós se unirem na terra para pedirem qualquer coisa, ser-lhes-á concedida por meu Pai que está nos Céus. Na verdade, onde estão dois ou três reunidos em meu nome, Eu estou no meio deles».
Palavra da salvação.