FÉ E CIDADANIA- Ciclo de Conferências

Integrado no ciclo de conferências subordinado ao tema Fé e Cidadania, que está a decorrer na Paróquia, inserimos o text0 que nos foi facultado pelo conferencista Prof. Dr. José Luís Castanheira, referente à sessão realizada em 2013/02/21 FÉ E COMUNIDADE HUMANA – A convivência e o diálogo. Construir a Cidade. Muito obrigado, ao Instituto Diocesano de Formação Cristã, na pessoa do Cónego António Janela, pelo convite que muito me honra, para estar convosco. Sou médico aposentado há um ano. Dediquei-me à saúde pública. Agora, apenas lecciono no I.S.C.S. Egas Moniz....

II DOMINGO DA QUARESMA-24 de Fevereiro d...

«ENQUANTO ORAVA, ALTEROU-SE O ASPECTO DO SEU ROSTO E AS SUAS VESTES FICARAM DE UMA BRANCURA REFULGENTE.» (Lc 9, 29) I LEITURA – Gen 15, 5-12.17-18 A promessa a Abraão. Leitura do Livro do Génesis Naqueles dias, Deus levou Abraão para fora de casa e disse-lhe: «Olha para o céu e conta as estrelas, se as puderes contar». E acrescentou: «Assim será a tua descendência». Abraão acreditou no Senhor, o que lhe foi atribuído como justiça. Disse-lhe Deus: «Eu sou o Senhor que te mandou sair de Ur dos caldeus, para te dar a posse desta terra». Abraão perguntou: «Senhor, meu...

O CAMINHO QUARESMAL – 24 Fevereiro...

1. Toda a vida cristã pede um caminho de crescimento constante. É assim na catequese de infância, na progressiva celebração dos sacramentos, no constante aprofundamento da fé ao longo de toda a vida. A Quaresma responde também a este dinamismo que vai sendo proposto pela liturgia durante estes 40 dias de preparação para a Páscoa. O caminho quaresmal, segundo o ritmo do primeiro ciclo litúrgico, o ano A, tem seis etapas, através das quais o cristão se renova profundamente para poder celebrar depois, na Vigília Pascal, a Ressurreição de Cristo. Quais são estas etapas? • O...

A QUARESMA DE 2013 -TEMPO DE RENOVAÇÃO D...

1. As comunidades cristãs vão viver uma Quaresma diferente. A 11 de Fevereiro, inesperadamente, Bento XVI, em reunião com alguns cardeais, declara “à Igreja e ao mundo” que vai resignar do Ministério Petrino. Razões de enfermidade e sobretudo de cansaço na sua avançada idade motivaram esta decisão. É o amor à Igreja que o leva a refugiar-se no mosteiro onde ficará em oração, oferecendo o seu sofrimento pela Igreja. É em pleno Ano da Fé, quando se celebram 50 anos do Concílio Vaticano II que, em gesto inovador, o Papa declara a sua resignação. Estes são três acontecimentos...

CELEBRAÇÃO DAS CINZAS

Na quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2013, terá lugar na nossa Paróquia a imposição das Cinzas, que será efectuada em todas as Missas, com especial realce para a Eucaristia das 19 horas presidida pelo Prior.