O VALOR DA PARTILHA – 27 de Fevere...

1. A palavra partilha tem inúmeros significados. Pode querer dizer pôr em comum, comunicar, repartir, mas é sempre reveladora de um toque de ternura, de atenção ao outro, de sensibilidade para os problemas, as alegrias ou as esperanças, que fazem parte do nosso viver comum. Um destes dias, num programa de rádio, uma família falava da sua vida quotidiana, das relações que tinham em casa, da atenção às dificuldades dos mais novos. Foi um miúdo de 8 anos que, ao falar com o locutor lhe dizia que a partilha com os pais era a coisa mais bonita da sua vida. E o que partilhava?...

VIII DOMINGO DO TEMPO COMUM – 27 d...

«NINGUÉM PODE SERVIR A DOIS SENHORES: NÃO PODEIS SERVIR A DEUS E AO DINHEIRO» (Mt 6, 24) I LEITURA – Is 49, 14-15 Por vezes na vida, sentimo-nos como que esquecidos e abandonados por Deus. Contudo, o amor de Deus continua a envolver-nos. O amor de Deus é um amor constante.( in Missal Popular) Leitura do Livro de Isaías Sião dizia: «O Senhor abandonou-me, o Senhor esqueceu-Se de mim». Poderá a mulher esquecer a criança que amamenta e não ter compaixão do filho das suas entranhas? Mas ainda que ela se esquecesse, Eu não te esquecerei. Palavra do Senhor. SALMO –...

CONFERÊNCIA -TEEILHARD DE CHARDIN

No dia 24 de Fevereiro às 21h haverá uma conferência no salão paroquial sobre “THEILHARD DE CHARDIN, UMA ESPIRITUALIDADE PARA OS NOSSOS DIAS”. É conferencista o Dr. António Paixão. As palavras de abertura serão proferidas pelo nosso Prior, Mons. Vítor Feytor Pinto.

VENCER A SOLIDÃO – 20 de Fevereiro...

1. O ser humano é um ser social e só é feliz na relação com os outros. Nasce numa família pelo amor entre o homem e a mulher, cresce com o carinho dos pais, dos irmãos e dos avós, entra na escola e alarga o mundo dos seus conhecimentos construindo amizades e, depois, encontra o sentido para a sua vida na construção de uma nova família, no trabalho quotidiano, nas relações sociais. É no contacto com os outros que, pouco a pouco, vai construindo a sua felicidade. Estar só é para o ser humano o maior infortúnio. O problema da solidão está na ordem do dia. Não são apenas as...

ACOMPANHAR A PESSOA DOENTE, UM DESAFIO P...

1. A Nova Evangelização constituiu para João Paulo II o maior desafio pastoral. Por três vezes o Papa insistiu no anúncio do Evangelho com novo ardor, novos métodos e novas expressões. Foi neste contexto que João Paulo II instituiu, em 1985, a Pastoral da Saúde. Até ele a Igreja tinha o cuidado dos doentes, dando-lhes os sacramentos e preparando-os para os momentos mais difíceis da vida, até mesmo para a proximidade da morte. Em termos de Nova Evangelização, a Pastoral dos Doentes foi convertida em Pastoral da Saúde, uma vez que não é só no tempo da doença que a Igreja se...